<%=NBResource_01_01 %>

Nossos escritores e editores oferecem ideias sobre as últimas notícias, eventos, entrevistas e acontecimentos do universo do desenvolvimento através dos negócios. Todos os posts do NextBillion estão listados aqui e podem ser ordenados por data.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Atados - a rede social dos voluntários

por Jacqueline Liao

O empreendedorismo social está chegando definitivamente ao meio universitário brasileiro e alguns jovens já começaram a criar seus próprios empreendimentos.

Daniel Morais, André de Geus Cervi, Luis Henrique Madaleno e Bruno Tataren estudam administração na Universidade de São Paulo e, ao longo do curso, descobriram que trabalhar em empresa não era exatamente o que queriam. Pensando em uma necessidade que eles mesmos tinham de encontrar trabalho voluntário, eles começaram a idealizar em maio de 2012 o Atados, uma rede social em que as ONGs (Organizações Não Governamentais) da cidade de São Paulo podem colocar suas oportunidades de voluntariado (chamados de “atos”) e pessoas que buscam trabalho voluntário podem encontrar essas oportunidades. A ideia é não apenas ajudar as ONGs, mas também criar um senso de comunidade e conexões entre pessoas que queiram fazer a diferença na sociedade.

Durante alguns meses, os quatro estudantes visitaram mais de 70 instituições, organizando as necessidades de voluntariado de cada uma. A rede social foi lançada no final de 2012 com 150 atos e foi um grande sucesso, tanto que muitas pessoas até os contataram querendo colaborar de alguma maneira. Se antes eles eram apenas quatro, hoje o Movimento Atados conta com a colaboração de outras dez pessoas.

A resposta das ONGs está sendo muito positiva. “O que temos observado é que, com o Atados, conseguimos equalizar a visibilidade de organizações menores com instituições mais famosas” afirma Daniel. “ONGs que antes não conseguiam atrair muitos voluntários já chegaram a receber mais de 40 pessoas interessadas em realizar um ato”.

O próximo passo é expandir o Atados para outras cidades além de São Paulo, criando embaixadores do movimento nessas regiões. “A ideia de fazer o Atados virar realidade foi exatamente o que precisávamos para nos incentivar a buscar aquela ‘mudança que queremos ver no mundo’” conta Daniel.

URL amigável: 
  • Managing Partners

    William Davidson Institute
  • Content Partners

    AVINA
  • Sponsoring Partner

    Citi Foundation

Facebook Twitter

Story Snapshot

Cerrar